Projeto de Preservação do Acervo do Centro de Memória da CML

Higienização foi uma das primeiras medidas de conservação tomadas em relação aos objetos do Acervo da CML. Depois, os objetos foram submetidos à irradiação à base de Raio Gama. Um novo acondicionamento em móveis de metal se tornou necessário. Nas fotos, o passo-a-passo desse processo. Abaixo, conheça o histórico e detalhes do Projeto de Preservação do Acervo.

Conheça o Projeto

PRESERVAÇÃO DO ACERVO

No início do mês de agosto de 2014, sob o comando de Sílvia Mello, jornalista, pesquisadora e gestora cultural na área museológica (nomeada curadora do Acervo da CML, como consta da Ata da Assembleía da Corporação Musical Liberdade, realizada em 19 de agosto de 2014), a direção da CML deu início ao Projeto de Preservação do Acervo da Corporação Musical Liberdade, com apoio financeiro de pessoas e empresas da cidade de São Roque. Foram realizadas ações de conservação, como higienização, além de quantificação do acervo, que se encontrava em situação de risco, exposto aos efeitos nocivos de umidade, poeira, traças e principalmente, cupins, sob responsabilidade técnica da oficina de restauro Aos Quatro Ventos.

Revelou-se então, retirados a poeira, as traças e os cupins, que atingiam também os uniformes e mobiliário, um acervo intacto de partituras e documentos que descortinam a trajetória histórica da CML por cem anos e apresentam um rico material para pesquisa no campo da música. Os apoios permitiram também o restauro de móveis e a direção da CML atuou no sentido de melhorar o espaço físico destinado ao acervo, com novos móveis e pintura.

Edital 1/2014 do Fundo Municipal de Cultura de São Roque

Em seguida, o Projeto de Preservação do Acervo do Centro de Memória da CML foi contemplado no Edital 1/2014 do Fundo Municipal de Cultura de São Roque, o que permitiu, com ações realizadas em 2015, a irradiação do acervo com tecnologia à base de Raio Gama, direcionada às coleções de objetos com suporte em papel, como livros, documentos e partituras; em tecido, como uniformes e quepes; e em madeira, como móveis, instrumentos musicais e outros objetos. O trabalho foi realizado no Ipen/USP, que disponibiliza o serviço para acervos culturais, e a responsabilidade coube ao atelier MRIZZO Restauracões, com larga experiência em recuperação de obras de arte e ação em acervos culturais, que conduziu o processo.

Nessa mesma etapa do projeto, realizou-se também a Catalogação I, quando foram catalogados os objetos históricos do acervo, como partituras manuscritas de documentos históricos, mobiliário, indumentária (uniformes) e instrumentos musicais. Foi criada uma ficha catalográfica para as necessidades do acervo, trabalho conjunto entre a curadoria do acervo da CML e a historiadora Gisele Moraes, consultora para esse projeto.

Como consequência e visando as novas necessidades de um acervo num patamar de conservação mais elevado, a diretoria da CML, adquiriu novo mobiliário, ainda intermediário para as necessidades técnicas de preservação de um acervo histórico, visando acomodar os objetos em seu espaço, como armários de aço para as partituras, arquivo de aço para os documentos, além de nova arara para os uniformes.

DIFUSÃO DO ACERVO

A Corporação Musical Liberdade deu continuidade ao trabalho com seu acervo, através da curadoria e Conselho Curador, disponibilizando o acervo para consultas presenciais agendadas, com divulgação através da página criada na rede social FB: https://www.facebook.com/bandaliberdadesr/

Edital 1/2015 do Fundo Municipal de Cultura de São Roque

Tendo como perspectiva dar continuidade do processo de Difusão, a CML foi contemplada no Edital 1/2015 do Fundo Municipal de Cultura, com o Projeto de Difusão do Acervo do Centro de Memória da CML, o que permitiu, com ações realizadas em 2016, a etapa Catalogação II, destinada a catalogar exclusivamente as partituras impressas que dão conta do repertório musical da CML na maior parte de sua trajetória, além de ser ótimo acervo para pesquisa na área de música; a digitalização do acervo histórico, fotos, documentos e partituras; a fotografia dos objetos tridimensionais do acervo, como uniformes, instrumentos musicais, móveis e outras peças, já catalogados anteriormente.

O objetivo final desse projeto foi o site do Centro de Memória da CML, do qual faz parte esta página, para dar maior visibilidade ao projeto e assim, conseguir novos parceiros e ampliar a difusão do acervo, como forma de democratização da cultura e das possibilidades de pesquisa sobre a história de São Roque em fontes primárias, que seriam os documentos originais.

PERSPECTIVAS

Reserva Técnica - Uma necessidade

O Projeto de Preservação, em suas próximas etapas, ao lado daquele de Difusão, que permitirá maior acesso ao acervo por parte de alunos e pesquisadores, é uma necessidade constante do Acervo do Centro de Memória da Corporação Musical Liberdade, dadas as necessárias medidas de conservação para um acervo misto, composto por documentos, fotografias, partituras (manuscritas ou impressas, tendo como suporte diversos tipos de papéis), instrumentos musicais (com suportes em metal, couro, madeira), indumentária (uniformes e quepes) e mobiliário em madeira.

Dessa forma, as múltiplas necessidades no aspecto da conservação, voltadas para espaço físico, mobiliário ideal para acondicionamento, climatização, controle de umidade etc geram como principal objetivo para a Preservação do acervo, a construção de uma Reserva Técnica com monitoramento por profissional da área de conservação e/ou museógrafo/museólogo, num processo de gestão consciente e equilibrado.